Pokémon Go! Como usar realidade aumentada em aplicações para sua empresa?

Desde a popularização dos smartphones, muitas companhias tentam colocar em prática a realidade aumentada. A Nintendo, finalmente, conseguiu.

1982, são desse ano minhas primeiras lembranças do Natal. Eu tinha sete anos e morava em Ipatinga. Para quem não sabe, Ipatinga fica no Vale do Aço em Minas Gerais. Naquela época quase nada do que existe hoje em tecnologia era sequer imaginado. Em frente à minha casa tinha uma mata e logo depois dela o Rio Doce. Eu brincava na rua. Uma das brincadeiras era caçar besouros, borboletas, formigas e insetos estranhos.

Eu andava com meus amigos com alguns sacos plásticos e íamos coletando os insetos, rua atrás de rua, esquina após esquina. No final do dia, soltávamos os bichinhos de volta à natureza, mas antes comparávamos as conquistas de cada um.

Hoje, muitos processadores, sistemas operacionais, jogos e games depois, vivemos o mundo da geração digital, onde crianças que ainda não dominaram a fala já operam com destreza os iPads. Nesse nosso mundo, as brincadeiras ganharam outro nível, outra dimensão. Mas é divertido ver que ainda existe dentro do ser humano a necessidade de interagir com o mundo lá fora.
Advertisement

Isso ficou claro com a febre que virou o jogo Pokémon GO nos países onde foi lançado. Trata-se de um jogo simples, o jogador precisa caçar pokemons que estão espalhados pela cidade. O jogo usa de realidade aumentada para sobrepor na cidade bichinhos virtuais que são caçados com a Poké Ball.

Crianças e adolescentes nas cidades onde foi lançado o jogo deixaram suas salas, sofás, camas e foram para as ruas, caçar Pokémons. Andando pelos parques e conhecendo outros jogadores fisicamente descobrem as vidas que existem por trás dos avatares. É como se a tecnologia os transportassem para um mundo que nunca viveram, para 1982.

Interessante ver finalmente uma empresa acertar no uso da famosa realidade aumentada. Desde que os iPhones e Androids uniram câmera, GPS e banda larga de internet que muitos vêm tentando colocar em prática essa história. O fato é que poucos conseguiram o mesmo sucesso que a Nintendo com seu aplicativo Pokémon GO.

A realidade aumentada tem aplicações muito úteis no ambiente corporativo. Uma delas é no processo de manutenção de equipamentos. Um aplicativo mobile contendo toda a base de conhecimento de manutenção pode ser o guia digital para que o técnico faça todas as etapas de manutenção de um trator, ou de um equipamento da linha de produção. Com isso a necessidade de carregar e ler manuais desaparece. Basta apontar seu celular para o equipamento abrir o app e pronto. A câmera será habilitada e o equipamento reconhecido. A partir daí, os passos de manutenção serão listados um a um na tela do dispositivo móvel.

Na construção civil, iPads carregam as plantas digitais do que será o futuro edifício. Assim, o engenheiro pode ver com realidade aumentada as pilastras e estruturas ainda não construídas projetadas no ambiente onde deverão estar futuramente. Fantasioso isso tudo? Não! Tudo realidade, bem diferente do mundo de 1982. E você, como vai usar a realidade aumentada para desenvolver os aplicativos inovadores de sua empresa?

Pokémon Go! Como usar realidade aumentada em aplicações para sua empresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat